6 DICAS sobre como se preparar para uma entrevista de trabalho

A escola e a faculdade transmitem-nos muitos conteúdos, uns mais teóricos, outros mais práticos. Mas há coisas que de facto só se aprendem a fazer, fazendo (cliché muito assertivo neste caso específico) e as entrevistas de trabalho inserem-se neste grupo. Apesar de isto não ser tido em conta no ensino, a preparação para uma entrevista é fundamental para o sucesso da mesma.

Sim, devemos ser naturais e fiéis à nossa maneira de ser e de estar. Mas, apesar dos nervos, também é fundamental fazer transparecer uma imagem de confiança, de segurança e quanto mais bem preparados formos para a entrevista, mais facilmente passamos essa imagem e isso pode fazer a diferença…

De modo a tentar ajudar neste aspecto, a exceder partilha neste post 6 pontos que consideramos essenciais na preparação para qualquer entrevista de trabalho quer seja em vendas ou noutra área!

 

Pesquise 

pexels-photo-3Assim que souber que vai ter uma entrevista na empresa X, pesquise, investigue, informe-se sobre a empresa em questão – o que a empresa faz, em que sector, a sua história… Não vá a uma entrevista sem saber o mínimo sobre a empresa – empresa esta que está a demonstrar interesse nas suas aptidões, esse interesse deve ser recíproco, senão não teria enviado o seu CV.

Isto vai ajudar a evitar situações embaraçosas, nomeadamente se alguém o questionar sobre a actuação da empresa no mercado. Mas atenção, essa informação é para guardar de modo a poder responder quando lhe fizerem perguntas, mostrando proatividade. Não é para “despejar”, ninguém gosta de sabichões!

 

Remuneração

pexels-photo-26400

A par da investigação que fez sobre a empresa, tente perceber se o intervalo salarial para a função/sector é competitivo. Se não encontrar dados relevantes sobre as remunerações em determinada função e/ou sector, tenha pelo menos em mente um valor para o caso de ser confrontado com esta questão (por exemplo: penso que um valor justo andaria entre 700€/800€). Se não o fizer e a questão surgir, corre o risco de propor uma quantia totalmente desajustada (seja superior ou inferior àquilo que a empresa está disposta a pagar).

 

Mais-valia

gold-bear-gummi-bears-bear-yellow-55825

Pense antecipadamente no valor que vai acrescentar à empresa, o que é que a empresa ganha se o contratar? Qual é a sua mais-valia? Porquê? Vai fazer a diferença? Como? Este pode ser o factor de diferenciação para com os outros candidatos.

Pense nas características que um vendedor, por exemplo, deverá apresentar… Espírito de equipa, confiança, boa articulação do discurso e faça por realçar essas mesmas características.

Como ninguém é perfeito, e “quando a esmola é muita o santo desconfia”, pense também nas suas fraquezas. Conhecer os nossos pontos fracos e limitações demonstra uma preocupação em fazer uma auto-análise sincera.

 

Demonstre

pexels-photo-131616

Ainda relativamente ao ponto anterior, pense em alguns exemplos que concretizem ou ilustrem as suas competências na prática. Através da sua experiência profissional pode demonstrar que de facto acrescenta valor à empresa. Nestes exemplos seja assertivo e tente que a conversa surja naturalmente, para que não parece que se está a gabar dos seus feitos.

Se não tiver os exemplos pensados, vai demorar a lembrar-se e passa a imagem de que tem dificuldade a lembrar-se porque era bom no seu trabalho…

 

Pratique

pexels-photo-57825

Pratique, pratique até à exaustão! Imagine todas as perguntas que lhe poderão ser feitas, sobre si, sobre a empresa, sobre a sua experiência profissional, sobre o seu percurso académico, etc e escreva essas perguntas num papel. Escreva as respostas e treine! O ideal é praticar com outras pessoas e não sozinho. Peça a uma pessoa para fazer as perguntas do papel e outras que se lembre. Depois de ter os pontos anteriores na ponta da língua, pratique e vai sentir-se cada vez mais confiante. Os nervos não vão desaparecer, mas vai certamente sentir-se mais seguro de si e das suas competências o que o vai ajudar a descontrair.

 

Ritual

pexels-photo-64775

Entre o contacto telefónico e o dia da entrevista por vezes o tempo é curto. Mas não fique preocupado, vai ser suficiente! Aprenda a relaxar e a interiorizar tudo o que aprendeu e praticou. Se for marcada para o dia seguinte e trabalho de casa feito, deite-se cedo, leia um pouco para relaxar. Se tiver dificuldade em adormecer leia mais um pouco e faça exercícios de relaxamento (http://lifestyle.sapo.pt/saude/bem-estar/artigos/exercicios-de-relaxamento).

No dia da entrevista acorde cedo para não andar a correr. Tome um bom pequeno-almoço, saia de casa com antecedência, de maneira a que mesmo que esteja trânsito, não haja atrasos.

Lembre-se que só temos UMA oportunidade de provocar uma boa primeira impressão, e que esta é fundamental para o decorrer da entrevista. Portanto, vista-se adequadamente e mostre-se confiante.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s